Truques de profissional que vão melhorar a sua vida sexual

As dicas estimulantes da ex-atriz de filmes pornográficos Sasha Grey

online

Libertámo-nos de pudores e perguntámos à
ex-atriz de filmes para adultos, Sasha Grey, de que forma as mulheres portuguesas podem melhorar o seu desempenho sexual.

As respostas são, como não podia deixar de ser, reveladoras.

 

Tal como os filmes para adultos, este artigo tem uma advertência.

 

É para maiores de 18 anos ou inapropriado para leitoras mais sensíveis. Se algum destes casos for o seu, o melhor é passar algumas páginas à frente. Se, ainda assim, quiser aventurar-se na leitura, depois não diga que não a avisámos.

É que mesmo sabendo que o tema da sexualidade é controverso, pessoal e intransmissível, não quisemos deixar passar a oportunidade de nos sentarmos alguns minutos à conversa com quem realmente percebe de sexo. Atriz, modelo e música, Sasha Grey foi uma das mais célebres estrelas da indústria pornográfica de Hollywood.

 

Ninguém diria, porque aparentemente parece uma jovem como outra qualquer, sem implantes de silicone, lábios preenchidos ou madeixas desoloradas. Apesar de ter abandonado a sua curta mas marcante carreira no mundo do cinema para adultos aos 21 anos (tem atualmente 25), aproveitámos a sua vinda a Portugal para o lançamento do seu primeiro romance, «Juliette Society», para lhe perguntar tudo o que queríamos saber sobre performance sexual e maneiras de melhorá-la.

Literatura: Um bom começo

Depois do frenesim à volta do livro «50 sombras de Grey» ou do sucesso alcançado por séries como «True Blood», em que a sexualidade é retratada de forma a cativar a audiência feminina, abriu-se o caminho para a democratização e aceitação da sexualidade por parte da mulher. As novelas e os romances pornográficos sempre venderam muito bem ao longo dos anos, mas só agora vemos homens, mulheres e toda uma cultura pop falar deste tipo de conteúdos abertamente.

 

«Acho que tendência é a palavra certa para descrever este boom. Não há loja ou livraria que não dê destaque às «50 sombras de Grey» ou qualquer outro romance erótico. Estão em todo o lado!», partilhou connosco a atriz, que é da opinião que «é a primeira vez na história em que as mulheres se sentem confortáveis ao dizer que leram este tipo de livros. Já não os escondem debaixo da cama, atrás das revistas de decoração e jardinagem».

Internet: Facilitadora da desinibição

Para Sasha Grey, uma das razões pelas quais estamos a viver tempos de maior desinibição
prende-se com o facto da internet ser uma ferramenta poderosa. «Acho que os romances eróticos e pornográficos estão a passar pelo mesmo boom que a pornografia via internet passou», sublinha.

 

«E a pornografia deste tipo está disponível há muito tempo. As pessoas só tiveram de descobrir como chegar até ela, depois mantiveram-se em silêncio e, no princípio dos anos 2000, começaram a falar descomplexadamente disso», refere a ex-atriz.

 

Nos últimos oito anos, surgiram grupos de fãs, fóruns e passou a ser um tema falado na cultura pop e em revistas sem envergonhar ninguém. «As pessoas podem perguntar se a pornografia é uma coisa só para homens, mas eu respondo-lhes que não. Tenho imensas fãs que gostam de ver pornografia», confessa.

 

«As mulheres são apenas um pouco mais maduras e não gostam de se expor tanto. A atitude delas é mais do tipo «Vi, gostei, tirei proveito, não preciso de falar sobre isso!». Mas acho que, para as mulheres, é mais fácil fazê-lo através da literatura, uma vez que é um meio tangível», acrescenta ainda a antiga protagonista de filmes pornográficos.

7 dicas para apimentar a sua performance sexual

1. Qual o melhor afrodisíaco para um homem?

O som dos saltos altos. Conheço muitos homens que nem sequer gostam de lingerie, não ligam nenhuma a cuecas ou soutiens bonitos. Já o som dos saltos altos…

2. Como fazer do sexo oral um gesto prazeroso?

Há pessoas que não conseguem mesmo fazê-lo, porque têm um reflexo que faz com que se engasguem instantaneamente. Basta pensarmos nas mulheres que nem conseguem lavar os dentes porque têm vómitos!

 

O truque passa por uma boa lubrificação, por usar bastante saliva e por não ter medo de se sujar. Porque vai ser sujo! Tem de estar preparada e deixar acontecer. Se não for uma expert neste campo, pode contornar a situação, fazendo sexo oral de uma forma suave e usando bastante as mãos para acariciar o pénis e as suas imediações.

3. É possível sentir prazer no sexo anal? Qual a melhor forma de o fazer sem sentir dor?

O maior erro, relativamente ao sexo anal, é a falta de lubrificação. A saliva não chega e os lubrificantes à base de água também não, porque secam demasiado depressa. Opte antes por um lubrificante mais espesso e oleoso, porque facilita o ato, protege e impede que se magoe. Outro erro que as mulheres cometem é tentarem fazê-lo de uma vez na primeira tentativa.

 

Antes deste passo, é preciso usar brinquedos sexuais ou os dedos. Eu prefiro os brinquedos sexuais porque os controlo melhor do que as mãos. Há que começar com um pequeno e ir aumentando de tamanho gradualmente. Estamos a falar de um músculo, e este tem de ser trabalhado. Para mulheres sem experiência, a melhor posição é de lado, de costas para o parceiro.

4. Qual a melhor posição para que ambos atinjam o orgasmo?

Não há uma fórmula que funcione com toda a gente. Depende muito dos desejos e da anatomia de cada um. O melhor é irem experimentando até descobrirem o que sabe melhor aos dois. Eu, por exemplo, sinto prazer ao ver a outra pessoa ter prazer…

 

5. Como tomar as rédeas da relação sexual sem o homem sentir a sua masculinidade ameaçada?

Tem de tornar o momento sexy. Peça, implore… Diga qualquer coisa que torne o momento interessante e com um quê de perversão para não roubar o desejo do seu parceiro e para que ele não o interprete como uma ordem.

 

6. «Os homens preferem as loiras» é um filme de Howard Hawks mas, hoje em dia, os homens preferem as atrizes pornográficas. Como fazer com que um homem esteja comigo sem sonhar consigo?

As pessoas têm de convencer-se que a pornografia é uma fantasia. Aliás, para muitos homens, um videoclip ou um filme de categoria B repleto de mulheres nuas é o suficiente para se masturbarem. Tem de ser mais segura em relação a si. E isto consegue-se sendo independente e não vendo a felicidade como algo que depende de outra pessoa.

7. Que conselho dá às casadas e amantes?

É importante ter uma identidade própria. Ler ajuda muito. Ter confiança em si mesma e não se preocupar com o que as outras pessoas pensam de si, que é um mal que existe um pouco em todo o mundo e não só em Portugal.

 

Quanto mais confiança tiver e quanto mais acreditar em si, mais poderosa se torna. Não tem tanto a ver com o que os outros pensam de si mas com a ideia que tem de si mesma e como se sente consigo no final do dia. O poder é crucial para uma mulher se sentir bem com a sua sexualidade ou noutras áreas da sua vida.

O livro a não perder

«Juliette Society» de Sasha Grey é publicado em Portugal pela editora Divina Comédia. «Antes de irmos mais longe, quero esclarecer uma coisa. Vou fazer-lhe três pedidos. Primeiro, não se ofenda com o que ler daqui para a frente», pode ler-se na obra.

 

«Segundo, ponha de lado as suas inibições. Terceiro, e o mais importante, tudo o que lhe contar a partir daqui deve ficar entre nós»… É assim que Sasha Grey introduz «Juliette Society», um romance que fala de uma sociedade secreta onde imperam o poder e o erotismo. Onde as mais ousadas fantasias se tornam realidade. E onde (mesmo) tudo é possível!
Encontro