• Paula, 29 anos
  • “Descobri por acaso este site e fiquei curiosa a respeito do assunto. Me inscrevi justamente para encontrar alguem que eu sabia que não ia querer nada sério comigo porque isso eu ja tinha. Sou casada à 3 anos, minha relação estava monotona e eu estava chateada com meu marido. Decido que queria curtir, queria algo diferente. Depois de me inscrever no site, comecei a falar com algumas pessoas. Com duas rolaram conversas que foram para a frente e entaõ marquei para sair com uma delas. Na primeira vez, fomos a um lugar bem longede onde eu morava. Só no terceiro encontro a gente transou. Ficamos juntos por 2 meses e só nos viamos quando meu marido viajava, por isso nunca precisei dar desculpas. Se ele descobrisse, me deixaria, sem sombra de dúvidas.”

    • Marisa, 33 anos

    “Eu amo o meu marido, mas faltava-me sempre mais alguma coisa na nossa relação e no casamento. A minha relação tornou-se monótona e entediante pois casei-me muito cedo e apenas tinha feito amor com o meu marido. Descobri que ter uma aliança no dedo ajuda a representar o papel ideal entre infiéis. A vida é feita de aventuras, e eu trato de ter as minhas antes que seja tarde demais…

    • Anónima, 46 anos

    “Sou uma mulher casada e procuro uma relação extraconjugal. Estou casada há 15 anos mas ainda me sinto no auge da minha femininidade. Não tenho só um amante pois descobri que a mulher pode esconder perfeitamente quantos quiser. Adoro e sou apaixonada pela sensação de controlar e manipular os homens! Eu recomendo…Aproveitem bem a vida mulheres!!!”

    • Marlene, 51 anos

    “Separo o sexo do amor e, mesmo comprometida, não dispenso uma oportunidade de me divertir. Apesar de gostar muito do meu namorado, não deixei de ficar com outros enquanto estávamos juntos. Um dia, tive um encontro extraconjugal com um rapaz que conheci no chat. Pouco tempo após a troca de emails, dei-lhe a morada da minha casa. O sexo foi louco e muito realizante! Ele foi discreto mas directo na abordagem, foi excitante e delicioso. Não me senti culpada, fiquei viciada. Actualmente faço tudo para não ter um so homem na minha vida, quero todos que me queiram e saibam dar prazer!

    • Rute, 29 anos

    “Antes de casar, quando já namorava há cerca de dois anos, envolvi-me com um policia marinheiro, casado. Conheci-o no chat. Fiquei louca com aquele homem lindo e fardado. Adorava os telefonemas escondidos, os elogios sensuais, mails quentes e picantes. Sinto-me poderosa com uma relação extra-conjugal como esta. Actualmente estou casada e só penso na minha próxima presa e nos encontros online … A felicidade é feita de momentos!…e esses ninguem os poderá tirar!!!”

    • Helena, 37 anos

    “Já estava casada há seis anos e tinha dois filhos pequenos quando conheci o Armando. Ele frequentava o mesmo estúdio de pilates que eu, mas fazíamos as aulas em horários diferentes. Um dia ele me chamou para tomar um café e aceitei.

    A partir daí passamos a conversar mais e tudo era bem amigável. Tinha contado a ele que era casada, ele me contou que era divorciado. Ele deixava minha autoestima lá em cima, me tratava como um cavalheiro e, aos poucos, notei que me apaixonei. Tentei reprimir isso, deixei de encontrar com ele por mais de três meses, parei de fazer o pilates, mas sofria e não sabia como lidar com a situação.
    Um dia nos encontramos num supermercado perto da minha casa. Saímos de lá direto para a casa dele e ficamos juntos. Quando voltei para a minha casa, me sentia realizada e a pensar quando seria a proxima vez…”

    •  Ana, 48 anos

    “Me cadastrei no site caadaseamantes.com por curiosidade, queria ver como era sexo com outro homem, procurava uma fugida sem ser pega, após uma espiada rápida e ao contrário do que meu preconceito me fazia imaginar, encontrei muitos homens lindos e disponiveis on line. Nunca pensei, mas funciona mesmo.”

    • Mário, 38 anos

    “Era isto que estavamos precisando no Brasil! Um site sigiloso e seguro para pessoas que procuram pular a cerca  se conhecerem melhor sem preconceitos antes de virarem amantes. Valeu!”

    • Lola, 27 anos

    “Desejo conservar meu casamento, mas quero algo mais. É muito divertido falar com pessoas de diferentes cidades, estados e idades, procurando um gato lindo para realizar minhas fantasias….e posso dizer que são muitas  🙂 “